sábado, 15 de maio de 2010

PAULINE FREDERICK (1883-1938)


Nascida Pauline Beatrice Libby, em Boston, no dia 12 de Agosto de 1883 e falecida na California, no dia 19 de Setembro de 1938, Pauline Frederick foi uma atriz da Broadway que mais tarde se tornou conhecida em Hollywood.
Ela costumava dizer que tinha três nacionalidades: – primeira, a boa e velha americana; segunda, a escocesa da mãe e a terceira, francesa e inglesa do seu pai. Pauline já era uma atriz esbalizada de teatro quando fez seu primeiro filme em 1915. Seu último filme foi em 1937. No ano seguinte, ela falecia de complicações de asma e foi cremada.
Em 1908 Pauline teve um sério acidente automobilístico. Foi aí que ela descobriu que não podia ter filhos.
Pauline era especalista em interpretar mulheres mandonas e autoritárias durante sua carreira. Sua beleza permanecia mesmo com o passar dos anos. Ela foi capaz de passar com sucesso do cinema mudo para o falado e em 1931, estrelou ao lado de Joan Crawford, "This Modern Age".
Frederick nunca se esquivou de fazer papéis que as atrizes temiam naquela época, de matriarcas ou controversos.
Frederick tem uma Estrela na Calçada da Fama em Hollywood. Poucos filmes dela ainda sobrevivem atualmente, tais como "Madame X" (1920) e "Smouldering Fires" (1925). Joan Crawford idolatrava Frederick e baseou sua personalidade bastante na veterana atriz.
Pauline Frederick foi casada cinco vezes: Frank Mills Andrews (1909); Willard Mack (1917-1919); Dr. C.A. Rutherford (1922); Hugh C. Leighton (1930) e Joseph A. Marmon ( 1934, quando ele faleceu).
Ela também teve um caso de dois anos com Clark Gable nos anos 20 quando ele era um jovem aspirante a ator.

PEGGY CASTLE (1927-1973)


Nascida Peggy Blair na Virginia, no dia 22 de Dezembro de 1927 e falecida em 11 de Agosto de 1973, Peggie Castle foi uma atriz americana especializada em interpretar 'a outra' em filmes B.
Castle foi descoberta por um caçador de talentos enquanto estava comendo num restaurante em Beverly Hills.
Castle então se mudou para a TV, onde fez o papel de "Lily Merrill" na série de faroeste "Lawman", de 1959 a 1962.
Castle se aposentou de atuar quando casou-se com seu terceiro marido William McGarry em 1964 (com quem teve um filho); ela ainda foi casada mais uma vez com Arthur S. Morgenstern (1970 a 1973 quando ele faleceu). Ela em consequência se tornou alcóolatra e morreu aos 45 anos de cirrose hepática.
Por sua contribuição à TV, Peggie Castle tem uma Estrela na Calçada da Fama em Hollywood.

PEGGY LEE (1920-2002)


Nascida Norma Deloris Egstrom em Jamestown, Dacota do Norte no dia 26 de maio de 1920e falecida em 21 de janeiro de 2002, vítima de ataque cardíaco, Peggy Lee foi uma cantora de jazz e atriz americana.
Conhecida como uma das mais importantes influências musicais do séculos 20, Lee é citada como inspiração para vários artistas, como Bobby Darin, Paul McCartney, Bette Midler, Madonna, Elvis Costello e muitos outros.
Como escritora, colaborou com seu ex marido Dave Barbour, Sonny Burke, Victor Young, Francis Lai, Dave Grusin, John Chiodini, Duck Ellington, que dizia "If I'm the Duke, then Peggy's the Queen" ("Se eu sou o Duque, então Peggy é a rainha").
Como atriz, foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz em "Pete Kelly's Blues".
Era a cantora favorita de Frank Sinatra, Ella Fitzgerald, Judy Garland, Dean Martin, Bing Crosby e Louis Armstrong.
Foi casada quatro vezes: Dave Barbour (1943 a 1951) com quem teve um filho, Brad Dexter (1953); Dewey Martin (1956 a 1959) e Jack Del Rio (1964 a 1965).
Peggy tem uma Estrela na Calçada da Fama em Hollywood.

PENNY SINGLETON (1908-2003)


Nascida Marianna Dorothy Agnes Letitia McNulty na Filadélfia, no dia 15 de Setembro de 1908 e falecida em 12 de Dezembro de 2003, Penny Singleton foi uma atriz americana.
Durante sua carreira de sessenta anos, Singleton participou de filmes e TV, mais frequentemente como heroína cômica em "Blondie Bumstead", de 1938 a 1950, e no programa de rádio "Blondie" de 1939 a 1950.
Ela também dublava a voz de Jane Jetson no desenho animado "The Jetsons".
Penny era filha de um jornalista irlandês, Benny McNulty - de quem recebeu o apelido de "Penny" (porque ela brilhava como uma moeda).
Ela começou no show business ainda criança cantando em teatros, inclusive de vaudeville.
Singleton fez uma cantora em "After the Thin Man", seu nome na época era Dorothy McNulty. Foi chamada para fazer par com Arthur Lake no filme "Blondie" em 1938. Tanto em filme quanto na rádio, eles se tornaram bastante populares e chegaram a fazer 27 sequências entre 1938 e 1950. O programa de rádio terminou no mesmo ano. Singleton trocou seu cabelo escuro pelo loiro durante o resto da vida.
Ela era membro ativo da união AFL-CIO. Liderou uma greve da Radio City Rockettes.
Singleton faleceu em Sherman Oaks, California, após um derrame, aos 95 anos.
Penny foi casada duas vezes, primeiro com Dr. Laurence Scogga Singleton, um dentista, de 1937 a 1939; e depois com Robert Sparks de 1941 até a morte dele em 1963. Com cada um ela teve uma filha.

PETULA CLARK (1932)


Nascida Petula Sally Olwen Clark em Surrey, Inglaterra, no dia 15 de novembro de 1932, Petula Clark é uma cantora e atriz britânica. Treinada para cantar por sua mãe soprano, Clark embarcou em uma carreira iniciada com a tenra idade de sete anos. Logo ela se fixou em programas de rádio britânicos e iniciou a interpretação de seu próprio show regular - Pet’s Parlour – consistindo de uma coletânea de canções patrióticas projetadas para impulsionar o moral das tropas britânicas na Segunda Guerra Mundial. Contava então 11 anos de idade.
Após entreter as tropas ao lado de estrelas como Julie Andrews e Anthony Newley, Clark debutou no cinema com o filme "A Medal for the General", em 1944. No alvorecer dos anos 50, já era uma superstar em todo o Reino Unido, com o compromisso de atuar em duas dúzias de filmes. Em 1954 "The Litlle Shoemaker" foi seu primeiro sucesso que esteve entre as vinte mais preferidas do público, enquanto que em 1960 a canção "Sailor" obtinha índices expressivos de sucesso. Assim, Clark esforçou-se para verter sua imagem de adolescente. Após vender 1 milhão de cópias em 1961, com a canção "Romeo", casou-se e mudou-se para a França, estabelecendo uma base forte de fãs pelos sucessos das canções "Ya Ya Twist", "Chariot" e "Monsieur", que marcou uma nova fase de seu repertório, mais sofisticado e escorado por vocais cristalinos.
Surfando a onda da invasão britânica, Clark pôde finalmente penetrar no mercado estado-unidense em 1964 com o mega sucesso vencedor de um Grammy “Downtown”, aliás, o primeiro e único alcançado por uma mulher britânica que estourou nas paradas do Top Ten (dez mais) dos EUA. Mas não ficou só nisso. Outros sucessos alcançaram o Top Ten, (escritas e com arranjos de Tony Hatch), como em 1965 “I Know a Place” e em 1966 “I Couldn't Live Without Your Love” e o estrondoso sucesso “My Love”. Ao mesmo tempo ela resplandeceu em toda a Europa, estando nas primeiras posições do sucesso em 1967 com a canção “This is my Song” feito para o filme “A Countess From Hong Kong”. Atuou em seu próprio programa na BBC de Londres e em 1968 participou do controvertido especial do canal NBC, quando os patrocinadores pediram que um segmento com o convidado Harry Belafonte fosse editado, pelo fato de ele ser negro e estar encostado em Petula Clark nas gravações. Depois de um protesto de Clark o filme permaneceu conforme a gravação
No fim dos anos 60, o status comercial de Petula Clark deslanchou enquanto canções como “Don’t Sleep in th Subway”, “The Other Man’s Grass is Always Greener” e “Kiss Me Goodbye” faziam sucesso em ambos os lados do Atlântico.
Em 1968 também reiniciou sua carreira no cinema estrelando “Finian’s Rainbow” seguido um ano mais tarde por “Goodbye Mr. Chips”. Anos mais tarde, Clark se dedicou a turnês internacionais, atuando até os dias atuais.
Atualmente seu hit, "Downtown", participou de forma marcanta do seriado Lost.
Petula está casada com Claude Wolff desde 1961 e tem três filhos.

PHYLLIS CALVERT (1915-2002)


Nascida Phyllis Hannah Bickle em Chelsea, no dia 18 de Fevereiro de 1915 e falecida em 08 de Outubro de 2002, Phyllis Calvert foi uma atriz inglesa de cinema, teatro e TV.
Phyllis teve seu primeiro papel aos 12 anos, em "The Arcadians" (1927).
Ela estudou na Escola de Margaret Morrisn. Decidia a ter uma carreira de atriz, Calvert atuou no teatro e em diversos filmes, antes de fazer sua estréia no teatro de Londres em 1939.
Durante a década seguinte, ela fez vários romances. Contudo, três estúdios de Hollywood falharam em pagar o que ela pedia.
Phyllis atuou em cerca de 40 filmes.
Seus últimos filmes incluem "Oh! What a Lovely War" e "The Walking Stick". Calvert também fez TV em diversos seriados.
Ela foi casada com o ator Peter Murray Hill, com quem teve dois filhos, de 1941 até 1957, data da morte dele. Calvert faleceu em Londres em 2002, de causas naturais, aos 87 anos.

PHYLLIS KIRK(1927-2006)


Nascida Kirkegaard em Syracuse, Nova York, no dia 18 de Setembro de 1927 e falecida em 19 de Outubro de 2006, Phyllis Kirk foi uma atriz americana.
Phyllis contraiu polio quando era criança o que resultou em problemas de saúde pelo resto de sua vida. Adolescente, mudou-se para Nova York a fim de estudar atuação e mudou seu nome para "Kirk". Ela começou sua carreira na Broadway antes de embarcar para a TV e cinema.
Kirk é mais conhecida por seus diversos papéis nos anos 50. Ela participou ao lado de Vincent Price no filme de horror "House of Wax" em 1953. Seu mais notável papel de TV foi ao lado de Peter Lawford em "The Thin Man" (1957—1959).
Enquanto sua carreira diminuia, Kirk começava a servir como ativista de várias causas sociais. Em 1965, ela fundou programas para famílias sem condições financeiras do Sul de Los Angeles. Kirk fez sua última aparição nas telas em 1970, num episódio de "The F.B.I.". Depois, ela trabalhou como publicista para a CBS, aposentando-se em 1992. Kirk foi casada com o produtor de TV e roteirista Warren Bush até sua morte em 1992.
Kirk morreu em 2006, vítima de aneurisma cerebral aos 79 anos em Woodland Hills, California.

PIER ANGELI (1932-1971)


Nascida Anna Maria Pierangeli na Sardenha, Itália, no dia 19 de junho de 1932 e falecida em Los Angeles, no dia 10 de setembro de 1971, Pier Angeli foi uma atriz italiana.
A linda pele morena e olhos verdes da então estudante de Artes em Roma chamou a atenção do diretor italiano Vittorio de Sica e do francês Leonide Moguy, que a escolheram para heroína de "Amanhã Será Tarde Demais", filme este que representou a juventude do pós-guerra italiano e seus rígidos tabus. Na seqüência, conseguiu o papel principal em Teresa, após audição na Itália realizada pelo escritor do filme Stewart Stern. O sobrenome Pierangeli é dividido como nome artístico para melhor aceitação do público americano. Realiza o seu segundo filme italiano "Amanhã será um Novo Dia". Neste ínterim, perde o pai e segue para Hollywood com sua mãe e irmãs em 1950, já contratada pela Metro-Goldwyn-Mayer.
Estrelou vários filmes americanos. Na primeira metade dos anos 50 sua carreira e popularidade atingiram o apogeu.
Em 1953 foi eleita uma das 10 "Estrelas do Amanhã". Também em 1953 veio em excursão ao Brasil e a outros países da América do Sul em companhia da amiga Debbie Reynolds.
O final de 1953 traz igualmente o fim do noivado com o ator Kirk Douglas.
Em 1954 durante as gravações de "O Cálice Sagrado" conhece o estreante ator James Dean. Os dois namoram sob forte oposição da mãe da atriz, que não aceita o comportamento de Dean. O namoro termina em 3 meses. Em novembro de 1954 a atriz contrai núpcias com o cantor/ator ítalo-americano Vic Damone, que conhecera 3 anos antes durante as gravaçoes do filme "The Devil makes Three", na Alemanha.
Com Vic Damone teve um filho (Perry Damone, hoje empresário e DJ em Phoenix, Arizona). Após um casamento atribulado, o divórcio de Vic Damone acontece em 1958, ano em que a atriz também cancelou o seu contrato com a MGM.
Como atriz "freelancer" atua no filme "Momentos de Angústia", ao lado de Richard Attenborough, considerado por muitos da crítica especializada o seu melhor desempenho. Devido à falta de trabalho em papéis consistentes em Hollywood, volta para a Itália no final dos anos 50.
Um segundo casamento com o compositor italiano Armando Trovaioli durou de 1962 a 1965. Deste casamento teve outro filho nascido em 1963 (Andrew Trovaioli, publicitário).
Após a separação do segundo marido, aceita a recomendação de Debbie Reynolds e volta para os Estados Unidos em 1971, onde realiza um último trabalho no filme de ficção científica "Octaman". Neste ano ganha também um papel na série de TV Bonanza, que não chegou a realizar.
Segundo a biografia documentada "Pier Angeli: a fragile life", a atriz faleceu no dia 10 de setembro de 1971, logo após as gravações de seu último filme, de uma overdose decorrente de má prescrição de medicamento, em meio a uma frente de calor que atingiu a Califórnia.
Ao seu velório compareceram, além da família e fãs, amigos do passado áureo, como as famílias de Kirk Douglas e Stewart Stern. Está enterrada na França.
Tinha uma irmã gêmea fraterna, a também atriz Marisa Pavan e ainda uma irmã mais nova, a dubladora Patrizia Pierangeli.

PIPER LAURIE (1932)


Nascida Rosetta Jacobs em Detroit, Michigan, no dia 22 de Janeiro de 1932, Piper Laurie é um atriz de teatro e cinema americana, conhecida pela participação no seriado "Twin Peaks" e no filme "Carrie".
Filha de judeus, Piper mudou-se para Los Angeles quando era jovem. Assinou contrato com a Universal Studios quando tinha 17 anos. Casou-se com Joseph Morgenstern em 1962. Eles tiveram uma filha e se divorciaram em 1981.
Insatisfeita com o trabalho oferecido em Hollywood, Laurie foi para Nova York em 1955para trabalhar em programas ao vivo da TV. Em 1961 retornou à Hollywood para estrelar junto a Paul Newman, o filme "The Hustler", pelo qual foi indicada ao Oscar de Melhor Atriz.
Em 1965, estrelou na Broadway a peça "The Glass Menagerie".
Nos anos 60 ainda, novamente se desencatou com os trabalhos oferecidos e entrou numa semi-reclusão para cuidar da família.
Nos anos 70, fez "Tim" (1979), no qual faz uma cena de sexo com Mel Gibson. Mas certamente, seu papel mais famoso foi no filme de Brian De Palma de 1976, "Carrie, a estranha", pelo qual foi novamente indicada ao Oscar, desta vez de Atriz Coadjuvante.
Piper recebeu mais uma indicação ao Oscar de Atriz Coadjuvante em 1987, pelo filme "Children of a Lesser God". Ela também participou da série de sucesso na TV, "Twin Peaks". Em 1991, fez ao lado de Gregory Peck, "Other People's Money" e no filme de terror "Trauma".
Laurie também fez a mãe de George Clooney na série de TV "ER". Depois de diversas participações televisivas, retornou ao cinema em filmes independentes como "Eulogy" e "The Dead Girl".
Laurie ganhou um Emmy de Melhor Atriz Coadjuvante em minisséries em 1986, pelo filme de TV "Promise". Também recebeu diversas outras indicações ao Emmy.

POLA NEGRI (1894-1987)


Nascida Barbara Appolonia Chalupec em Yanova, Polônia, no dia 31 de dezembro de 1894 e falecida no Texas, EUA, no dia 01 de agosto de 1987, Pola Negri foi uma atriz de cinema.
Pola foi a primeira atriz européia a ser levada para a América e a fazer sucesso. Após conquistar atenção pelos seus trabalhos em "Carmen", em 1918 e em "Madame Dubary" em 1919, ambos realizados na Alemanha, Pola Negri foi para Hollywood em 1921 com o diretor Ernest Lubitsch, que a tinha dirigido nos dois filmes.
Contratada pela Paramount, trabalhou nas películas Bella Donna ("A Bela Diana")e "Beijos que se vendem", dirigidos por George Fitzmaurice. Ela foi uma das heroínas do cinema mudo e nas telas era considerada uma vamp, que levava os homens que se aproximavam dela ao perigo e ao pecado.
Na década de 30, Pola Negri voltou à Europa, onde interpretou Mazurka (1935), na Alemanha, de Willi Forst. Às vésperas da queda da França, em 1940, na Segunda Guerra Mundial, voltou aos Estados Unidos.
Na vida sentimental, nunca negou que teve romances com Rodolfo Valentino e Charles Chaplin.
Oficialmente, foi casada duas vezes: a primeira com o Conde Eugene Dambski (1919 a 1922) e depois com o príncipe Serge Mdivani (1927 a 1931) mas não teve filhos.
Passou os últimos vinte e cinco anos de sua vida totalmente distante do mundo artístico em sua residência no Texas e faleceu aos 92 anos vítima de uma pneumonia.

POLLY BERGEN (1930)


Nascida Nellie Paulina Burgin, em Knoxville, Tennessee, no dia 14 de Julho de 1930, Polly Bergen é uma atriz e cantora americana.
Bergen apareceu em muitos filmes, mais notavelmente em "Cape Fear" (1962).
Trabalhou três vezes com a dupla Dean Martin e Jerry Lewis em "At War with the Army", "That's My Boy" e "The Stooge".
Bergen recebeu um Emmy por sua atuação no episódio de TV nos anos 50, "Playhouse 90". Contratada da Columbia Records, ela desfrutou também de um carreira de sucesso como cantora durante esta época.
Participou de diversos shows e programas de TV na CBS e NBC.
Em 1963, Bergen estrelou ao lado de Doris Day e James Garner, a comédia "Move Over, Darling".
Polly ganhou uma indicação ao Emmy pelo seu papel em duas minisséries da ABC, "The Winds of War" e "War and Remembrance".
Em 2001, estrelou uma peça na Broadway e recebeu uma indicação ao Tony de Melhor atriz em Musical.
Polly também fez "The Sopranos" e "Desperate Housewives", por este último recebeu mais uma indicação ao Emmy.
Bergen se tornou um membro semi-regular em 2006 de "Commander-in-Chief".
Outra recente aparição foi na CBS em "Candles on Bay Street" (2006).
Nos anos 50, Polly ficou conhecida como "A Garota Pepsi Cola", tendo feito diversos comerciais deste produto. Em 1965, ela criou a linha de cosméticos "Polly Bergen Co", juntamente com uma linha de jóias e sapatos, além de ter lançado três livros sobre beleza.
Bergen se converteu ao judaísmo após se casar com Freddie Fields, com quem ela teve um filho biológico e dois filhos adotados. Ela anteriormente foi casada com Jerome Courtland (1954 a 1955) e após o divórcio de Fields se casou com Jeffrey Endervelt(1982 a 1990) mas também terminou em divórcio. Quando não está trabalhando, Bergen vive em Connecticut.

PRISCILLA LANE (1915-1995)


Nascida Priscilla Mullican em Indianola, Iowa, no dia 12 de Junho de 1915 e falecida em Massachusetts, no dia 04 de abril de 1995, Priscilla Lane foi uma atriz americana.
Priscilla Lane estudou na Escola Eagin de Arte Dramática em Nova York antes de excursionar com suas irmãs. Ela era um cantora popular ao lado das irmãs, quando assinou contratao com a Warner em 1937. Seu primeiro filme foi "Varsity Show" (1937) onde ela teve a difícil tarefa de interpretar uma cantora. A partir daí, se especializou em papéis de namoradas, filhas e noivas. Na maioria dos seus filmes, tudo que Priscilla precisava fazer era parecer atraente e dar um bom apoio. Priscilla fez "The Roaring Twenties" (1939), ao lado de James Cagney e "Arsenic and Old Lace" (1944), ao lado de Cary Grant. Quando Alfred Hitchcock não conseguiu Barbara Stanwyck em 1942 para o filme "Saboteur" (1942), ele chamou Priscilla. Naquela época sua carreira já caminhava para o fim e ela faria mais alguns filmes, se retirando em 1948.
Suas irmãs eram Rosemary Lane, Lola Lane e Leotta Lane.
Após a saíde de Hollywood, Priscilla seguiu seu segundo marido Joseph Howard, oficial da força aérea americana e mudou-se para vários lugares. Com ele, Lane teve quatro filhos.
Em 1951 ela mudou-se para Nova Inglaterra e se estabeleceu como dona de casa ao lado de sua família. Priscilla Lane faleceu em 1995, vítima de câncer no pulmão.

RONALD REAGAN (1911-2004)


Ronald Wilson Reagan (Tampico, Illinois, 6 de Fevereiro de 1911 — Los Angeles, 5 de Junho de 2004) foi um ator e político estadunidense, 33º governador da Califórnia e 40º presidente dos Estados Unidos.

Nascido em Illinois, Reagan mudou-se para Los Angeles, Califórnia na década de 1930, onde trabalhou como ator e se tornou presidente da Screen Actors Guild (SAG), e porta-voz da General Electric (GE). Sua carreira política tem suas origens durante seu trabalho para a General Eletric. Originalmente membro do Partido Democrata, Reagan mudou para o Partido Republicano em 1962, tendo na época 51 anos de idade, creditando tal mudança às posições cada vez mais esquerdizantes do Partido Democrata, afirmando que o Partido Democrata o havia abandonado, ao deixar de ser o partido de Thomas Jefferson, Andrew Jackson e Grover Cleveland para se tornar o partido de Karl Marx, Vladimir Lênin, e Josef Stálin.

Após realizar o seu famoso discurso A Time for Choosing, em apoio à candidatura de Barry Goldwater à presidência dos Estados Unidos em 1964, Reagan tornou-se um fenômeno no Partido Republicano, ganhando forte apoio entre os eleitores do partido e sendo persuadido a candidatar-se ao cargo de Governador da Califórnia. Foi eleito para o cargo dois anos depois, em 1966, e reeleito em 1970. Em 1968 e 1976, Reagan participou das primárias republicanas para escolha do candidato do partido à presidência, sendo derrotado em ambas as oportunidades. No entanto, em 1980 Reagan finalmente foi escolhido como candidato republicano e, logo após, elegeu-se presidente dos Estados Unidos, tornando-se o mais velho a ser eleito para o cargo (69 anos e 349 dias).

Como presidente, Reagan implementou uma série de ousadas iniciativas econômicas e novas políticas. Sua política de recuperação econômica através do estímulo à oferta (supply-side economics), popularmente conhecida como "Reaganomics", incluiu medidas de desregulamentação e cortes de impostos, implementadas já no seu primeiro ano de mandato em 1981.

Primeiros anos

Reagan nasceu em Tampico, Illinois, o segundo de dois filhos de John (Jack) Reagan e Nelle Wilson. Em 1920, depois de anos se mudando de cidade em cidade, a família estabeleceu-se na cidade de Dixon em Illinois. Em 1921, com dez anos de idade, Reagan foi batizado na igreja de sua mãe, a Discípulos de Cristo, em Dixon, e em 1924 ele começou a frequentar a Dixon's Northside High School. Formou-se em economia em 1932 na Universidade de Eureka, IL.

Em 1927, com dezesseis anos de idade, Reagan começou um trabalho no verão como salva-vidas em Lowell Park, a três quilómetros de Dixon na vizinha Rock River. Ele continuou a trabalhar como um salva-vidas em Rock River pelos sete anos seguintes, tendo salvo 77 pessoas de afogamento. Posteriormente, Reagan faria uma piada de que nenhuma dessas ter-lhe-ia agradecido.

Presidência dos Estados Unidos
Primeiro mandato

Em seu primeiro mandato, Reagan sobreviveu a uma tentativa de assassinato. Enfrentou uma greve dos controladores de tráfego aéreo, encerrando a greve após dar um ultimato aos grevistas e intimá-los a se apresentarem ao trabalho ou procurarem outro emprego. Ordenou a Invasão de Granada, derrubando o recém-instaurado regime pró-soviético, alegando a necessidade de proteger os cidadãos americanos residentes na ilha.

Reagan foi reeleito em 1984 em uma vitória massacrante, ganhando em todos os Estados americanos, exceto em Washington, DC e no estado natal de seu oponente (Walter Mondale).

Segundo mandato

O segundo mandato de Reagan foi marcado principalmente por suas políticas externas, especialmente o fim da Guerra Fria, os ataques aéreos a Líbia em resposta ao sequestro de aviões comerciais americanos e o auxílio americano à resistência afegã. Reagan durante seu segundo mandato renunciou à estratégia de apaziguamento (détente) com a União Soviética, aumentando maciçamente os investimentos militares americanos. Reagan descreveu publicamente a URSS como "um Império do Mal" e deu amplo apoio a movimentos anticomunistas e de resistência na América Latina, África, Ásia e Europa. Reagan também negociou com Mikhail Gorbachev um acordo de não proliferação nuclear, resultando na diminuição do arsenal nuclear de ambos os países.

Em 1989, Reagan deixou a presidência dos Estados Unidos obtendo os maiores índices de aprovação popular do século XX nos Estados Unidos.

Em 1994, anunciou em carta à nação que sofria do Mal de Alzheimer. Morreu 10 anos depois, aos 93 anos de idade. De todos os presidentes dos Estados Unidos, foi o segundo mais longevo (depois de Gerald Ford) 93 anos, 120 dias) e o que foi eleito com idade mais avançada (69 anos, 349 dias).

Atividade política

Assumindo-se como membro da facção mais conservadora do Partido Republicano, Reagan conseguiu ser eleito governador da Califórnia em 1966, vindo a desempenhar o cargo até 1974. Nesse período reprimiu manifestações estudantis contrárias à Guerra do Vietnã em universidades californianas. Tentou depois, em 1968 e em 1976, ser o candidato do seu partido às eleições presidenciais, mas só em 1980 conseguiu a nomeação.

Derrotando o então presidente Jimmy Carter, tornou-se o quadragésimo presidente dos Estados Unidos. Cumpriu dois mandatos, de 1981 a 1989, tendo sempre como vice-presidente George Bush, que lhe viria a suceder no cargo.

Os anos da presidência foram marcados por importantes acontecimentos no plano interno e, sobretudo, no internacional. Reagan foi alvo de um atentado a tiro em 1981, ao qual sobreviveu mas que o deixou gravemente ferido. Entretanto, optou por praticar uma política externa agressiva, investindo na esfera da defesa e da diplomacia com o objectivo claro de combater o comunismo internacional, tendo dado apoio, inclusive, a vários ditadores de direita, como Ferdinand Marcos, das Filipinas. De fato, uma das marcas de sua postura política foi o anticomunismo.


Os anos finais na presidência de Reagan foram perturbados por uma descoberta comprometedora: com o dinheiro resultante da venda ilegal de armas ao Irã estariam a ser apoiados os guerrilheiros Contra que se opunham ao regime de esquerda da Nicarágua. Esse episódio se tornaria conhecido como "escândalo Irã-contras". Embora não houvesse indícios claros de envolvimento ou sequer conhecimento da situação por parte do presidente, o caso abalou a credibilidade do próprio Reagan e a pressão da opinião pública levou ao afastamento de certos membros da sua administração.

Quando o então presidente Reagan visitou o Brasil em uma missão diplomática no ano de 1982, cometeu uma gafe quando em um banquete em Brasília, Ronald Reagan se levantou e propôs um brinde ao "povo da Bolívia". Estava ao seu lado o então ministro das relações exteriores do Brasil, Ramiro Elísio Saraiva Guerreiro.

Relações com os Soviéticos

Logo no início de seu mandato, Reagan já fazia diversas piadas a respeito dos soviéticos, cubanos e comunistas, sendo a maioria delas provocativas, o que irritou as autoridades soviéticas, que iniciaram, sob a voz de Leonid Brejnev, uma onda de novas piadas, discursos irônicos e retóricas, que, para não deixara barato à Reagan, faziam ironias a respeito do sistema capitalista, enquanto os americanos também às lançavam, do final da década de 1970 até o início da de 1980, iniciava-se uma batalha suja, de pensamentos apocalípticos e piadas xenófobas e ideológicas entre ambos países, o que faria voltar o temor de uma guerra nuclear, que só terminaria com a morte do líder soviético em 1982.


No seu segundo mandato, porém, Reagan manifestou abertura ao diálogo com o líder reformista soviético Mikhail Gorbachev. Os dois chegaram a acordo quanto à necessidade de ser efectuado um desarmamento progressivo de parte a parte, assim pondo fim à chamada Guerra Fria.

Vida pessoal

Foi o mais longevo presidente dos EUA. Sua mão dominante era a esquerda, embora fosse considerado um ambidestro - possivelmente, um sinal de que foi forçado a treinar a escrita com a mão direita, na infância.

Casou-se com Nancy Reagan em 4 de Março de 1952 na igreja Little Brown Church, em Valley, secretamente. Antes, já havia sido o terceiro marido da atriz Jane Wyman (entre 26 de Janeiro de 1940 e 28 de Junho de 1948). (Ela se casou posteriormente pela quarta e última vez.)

Carreira cinematográfica

Após ter se graduado em economia em Eureka (1932), Reagan mudou-se para Iowa, onde trabalhou em uma estação de rádio; posteriormente trabalhou na rádio WOC em Davenport, e na rádio WH, em Des Moines, quando passou a ser o apresentador do time de baseball Chicago Cubs. Enquanto viajava com os Cubs, na Califórnia, Reagan fez um teste para o cinema, em 1937, assinando um contrato de sete anos com a Warner Brothers.

Inicialmente participou de alguns filmes B; em 1937, teve o primeiro filme creditado, Love Is on the Air, e em 1939 atuou em 19 filmes. Em 1940 atuou em Santa Fe Trail, e em 1942, alcançou sucesso com o filme Kings Row, de Sam Wood. Em uma cena desse filme, o personagem interpretado por Reagan, Drake McHugh, que teve as pernas amputadas por um sádico cirurgião, após voltar da anestesia diz: "Onde está o resto de mim"? ("Where's the rest of me?"). Reagan usou essas palavras no título de sua autobiografia em 1965. Reagan e muitos críticos consideravam Kings Row seu melhor filme. Apesar de Reagan ter se tornado uma estrela com seu desempenho, ele não pôde aproveitar seu sucesso, pois estava servindo nas Forças Armadas na Segunda Guerra Mundial. Após voltar da guerra, Reagan ainda atuou em diversos filmes, mas nunca mais voltou a fazer o mesmo sucesso que fez em Kings Row.

Filmografia
Cinema

Love Is on the Air (1937)
Hollywood Hotel (1937) – não creditado.
Sergeant Murphy (1938)
Swing Your Lady (1938)
Accident Will Happen (1938)
Cowboy from Brooklyn (1938)
The Amazing Dr. Clitterhouse (1938)
Boy Meets Girl (1938)
Girls on Probation (1938)
Brother Rat (1938)
Going Places (1938)
Secret Service of the Air (1939)
Dark Victory (1939)
Code of the Secret Service (1939)
Naughty But Nice (1939)
Hell’s Kitchen (1939)
The Angels Wash Their Faces (1939)
Smashing the Money Ring (1939)
Murder in the Air (1940)
Santa Fe Trail (1940)
Brother Rat and a Baby (1940)
An Angel from Texas (1940)
Knute Rockne, All American (1940)
Tugboat Annie Sails Again (1940)
Alice in Movieland (1940) – não creditado
The Bad Man (1941)
Million Dollar Baby (1941)
International Squadron (1941)
Nine Lives Are Not Enough (1941)
Kings Row (1942)
Juke Girl (1942)
Desperate Journey (1942)
Beyond the Line of Duty (1942)[13] Film vencedor da Best Short
Cadet Classification (1943) – narrador
The Rear Gunner (1943)
This Is the Army (1943)
Target Tokyo (1945) - Narrador (voz)[13][14]
Stallion Road (1947)
That Hagen Girl (1947)
The Voice of the Turtle (1947)
Joihn Loves Mary (1949)
Night Unto Night (1949)
The Girl from Jones Beach (1949)
The Hasty Heart (1949)
Louisa (1950)
The Big Truth (1951)
Bedtime for Bonzo (1951)
Storm Warning (1951)
The Last Outpost (1951)
Hong Kong (1952)
The Winning Team (1952)
She’s Working Her Way Through College (1952)
Tropic Zone (1953)
Law and Order (1953)
Prisioner of War (1954)
Cattle Queen of Montana (1954)
Tennessee's Partner (1955) – Western dirigido por Allan Dwan
Hellcats of the Navy (1957)
Heritage of Splendor (1963) - Narrador
The Killers (1964)
The Young Doctors (1964)

Televisão

Nash Airflyte Theatre - The Case of the Missing Lady (1950)
Hollywood Opening Night - The Priceless Gift (1952)
Medallion Theatre - A Job for Jimmy Valentine (1953)
The Revlon Mirror Theater - Next Stop: Bethlehem (1953)
Lux Video Theatre - A Place in the Sun (1953/1954)
Lux Video Theatre - Message in a Bottle (1953/1954)
Schlitz Playhouse of Stars - The Edge of Battle (1953/1954)
Schlitz Playhouse of Stars - The Jungle Trap (1953/1954)
Schlitz Playhouse of Stars - The Doctor Comes Home (1953/1954)
The Ford Television Theatre - Beneath These Waters (1953/1954)
The Ford Television Theatre - And Suddenly, You Knew (1953/1954)
The Ford Television Theatre - The First Born (1953/1954)
General Electric Summer Originals - Jungle Trap (1956)
The DuPont Show with June Allyson - The Way Home (1960)
Startime - The Swingin' Singin' Years (1960)
Zane Grey Theater (The Westerners)" - The Long Shadow (1961)
General Electric Theater – Apareceu em 35 episódios (1954 – 1962)
The Dick Powell Show - The Last of the Private Eyes (1961 – 1963)
The Dick Powell Show - Who Killed Julie Greer? (1961 – 1963)
Wagon Train - The Fort Pierce Story (1963)
Kraft Suspense Theatre - A Cruel and Unusual Night (1964)
Death Valley Days – Apareceu em oito episódios (1964 – 1965)

CHARLES BICKFORD (1891-1967)


Charles Bickford (Cambridge, Massachusetts, 1 de Janeiro de 1891 – Los Angeles, Califórnia, 9 de Novembro de 1967) foi um ator norte-americano, notável pelos papéis de coadjuvante que desempenhou.

Vida e carreira

Filho de um importador de café, o quinto entre sete irmãos, Bickford nasceu no primeiro minuto de 1891. De natureza independente, optou por uma vida nômade após diplomar-se em engenharia civil pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts, tendo cruzado seu país de Norte a Sul, ganhando a vida como lenhador, exterminador de baratas, pugilista e vendedor ambulante.

A Primeira Guerra Mundial interrompeu sua carreira de ator, iniciada em 1913, quando juntou-se a uma companhia de vaudeville. No entanto, subiu aos palcos de Nova Iorque em 1919, tornando-se logo uma das grandes figuras da Broadway. Com a chegada do cinema sonoro, era no teatro que Hollywood procurava novos talentos. Assim, em 1929, foi convencido pelo diretor Cecil B. DeMille a estrelar Dinamite (Dynamite) na MGM, sua estreia nas telas. Em seguida, causou sensação ao coestrelar Anna Christie (Anna Christie, 1929) com Greta Garbo. Contudo, sua associação com a Metro pouco durou, pois vivia em constantes atritos com Louis B. Mayer, o chefe do estúdio. Trabalhou vários anos como ator independente, até assinar com a 20th Century-Fox; porém, foi ferido por um leão enquanto filmava Numa Ilha de Java (East of Java, 1935). Com isso, perdeu o contrato e também os papéis principais, mesmo porque sua idade já não ajudava.

Bickford, então, continuou a carreira como ator coadjuvante, um dos mais requisitados e respeitados pelos estúdios. Os diferentes tipos que encarnou, ora vilão, ora pai enérgico, capitão de navio, autoridade ou homem de negócios, valeram-lhe três indicações para o Oscar: primeiro por A Canção de Bernadette (The Song of Bernadette, 1943), depois por Ambiciosa (The Farmer's Daughter, 1947) e Belinda (Johnny Belinda, 1948). Outras participações brilhantes podem ser vistas nos westerns Duelo ao Sol (Duel in the Sun, 1946) e Da Terra Nascem os Homens (The Big Country, 1958), ambos estrelados por Gregory Peck, e no drama musical Nasce uma Estrela (A Star Is Born, 1954), estrelado por Judy Garland.

Apesar do gênio difícil, o intratável Bickford encontrou trabalho até o fim da vida, geralmente em produções de prestígio. Atuou também na televisão, e é pelo papel de proprietário do rancho Shiloh, que fez em trinta e sete episódios da aclamada série O Homem de Virgínia (The Virginian), entre 1962 e 1967, que ele é mais lembrado nesse veículo.

Acometido de uma infecção sanguínea, Bickford faleceu em Los Angeles, aos setenta e seis anos. Casou-se uma única vez, para a vida inteira, com a também atriz Beatrice Loring, que lhe deu dois filhos, Rex e Doris. Dois anos antes, em 1965, lançara sua autobiografia intitulada "Bulls, Balls, Bicycles and Actors".

Filmografia

1929 Dinamite (Dynamite)
1929 Anna Christie (Anna Christie)
1929 Sedento de Amor (South Sea Rose)
1930 Os Três Padrinhos (Hell's Heroes)
1930 Mulher Pagã (The Pagan Lady)
1930 O Monstro Marinho (The Sea Bat)
1930 Um Sonho Apenas (Passion Flower)
1931 O Exilado (The Squaw Man)
1931 A Leste de Borneo (East of Borneo)
1931 O Morto Vivo (River's End)
1931 Homens em Minha Vida (Men in Her Life)
1932 Rua da Vaidade (Vanity Street)
1932 The Last Man
1932 Mercado de Escândalos (Scandals for Sale)
1932 Escravo da Paixão (Thunder Below)
1932 Panama Flo
1933 Mulher, Só Aquela (No Other Woman)
1933 A Juventude Manda (This Day and Age)
1933 Ídolo Branco (White Woman)
1933 Ferro a Ferro (Song of the Eagle)
1934 Red Wagon
1934 Promessa de Mãe (A Wicked Woman)
1934 Dada em Penhor (Little Miss Marker)
1935 Amor Singelo (The Farmer Takes a Wife)
1935 Numa Ilha de Java (East of Java)
1935 Heróis Subfluviais (Under Pressure)
1935 Surpresa do Destino (A Notorious Gentleman)
1935 A Pequena Rebelde (The Littlest Rebel)
1936 Rosa do Rancho (Rose of the Rancho)
1936 O Bamba da Marinha (Pride of the Marines)
1936 Jornadas Heroicas (The Plainsman)
1937 Alegre e Feliz (High, Wide and Handsome)
1937 O Mistério do Cabaré (Night Club Scandal)
1937 Tráfico Humano (Daughter of Shangai)
1937 Caprichos do Destino (Thunder Trail)
1938 Bandos de Nova York (Gangs of New York)
1938 O Vale dos Gigantes (Valley of the Giants)
1938 A Borrasca (The Storm)
1939 Amor de um Espia (Stand Up and Fight)
1939 Rua dos Homens Perdidos (Street of Missing Men)
1939 Um Crime em Sing Sing (Mutiny in the Big House)
1939 Carícia Fatal (Of Men and Mice)
1939 Romance na Floresta (Romance in the Redwoods)
1939 Our Leading Citizen
1939 Uma Hora de Vida (One Hour to Live)
1939 Thou Shalt Not Kill
1940 Girl from God's Country
1940 Queen of the Yukon
1940 South to Karanga
1941 Cavaleiros do Vale da Morte (Riders of Death Valley)
1941 Estrada de Burma (Burma Convoy)
1942 Vendaval de Paixões (Reap the Wild Wind)
1942 Tarzan Contra o Mundo (Tarzan's New York Adventure)
1943 A Canção de Bernadette (The Song of Bernadette)
1943 Aventureiro de Sorte (Mr. Lucky)
1944 Uma Asa e uma Prece (Wing and a Prayer)
1945 Anjo ou Demônio (Fallen Angel)
1945 Capitão Eddie (Captain Eddie)
1946 Duelo ao Sol (Duel in the Sun)
1947 Ambiciosa (The Farmer's Daughter)
1947 A Mulher Desejada (The Woman on the Beach)
1947 Brutalidade (Brute Force)
1948 Belinda (Johnny Belinda)
1948 Eles Passaram por Aqui (Four Faces West)
1948 Trágica Decisão (Command Decision)
1948 O Grande Baby Ruth (The Baby Ruth Story)
1949 Culpado por Traição (Guilty of Treason)
1949 A Ladra (Whirlpool)
1949 Roseanna (Roseanna McCoy)
1950 Nada Além de um Desejo (Riding High)
1950 A Marca Rubra (Branded)
1951 O Gênio e os Fugitivos (Elopement)
1952 Forja de Paixões (The Raging Tide)
1952 O Homem de Bronze (Jim Thorpe, All-American)
1953 Os Turbulentos (The Last Posse)
1954 Nasce Uma Estrela (A Star Is Born)
1955 O Gênio da Ribalta (Prince of Players)
1955 Não Serás um Estranho (Not as a Stranger)
1955 Seu Último Comando (The Court Martial of Billy Mitchell)
1956 Só por uma Noite (You Can't Run Away from It)
1957 Hienas do Pano Verde (Mister Cory)
1958 Da Terra Nascem os Homens (The Big Country)
1960 O Passado Não Perdoa (The Unforgiven)
1962 Vício Maldito (Days of Wine and Roses)
1965 No Domínio da Violência (The Devil's Children)
1966 Jogada Decisiva (A Big Hand for the Little Lady)

BURL IVES (1909-1995)


Burl Icle Ivanhoe Ives (Hunt City, Illinois, 14 de junho de 1909 – Anacortes, Washington, 14 de abril de 1995) foi um premiado ator, escritor e cantor de música folk norte-americano.

Burl Ives ganhou o Oscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) e o Globo de Ouro Melhor Ator (coadjuvante/secundário) em cinema com a sua atuação no filme Da Terra Nascem os Homens.

Filmografia

Um toque de sedução (1988)
Pobre menina rica - A história de Barbara Hutton (TV) (1987)
Vigaristas do barulho (1986)
Caravana da coragem (voz) (1984)
Cão branco (1982)
Destino: Terra (1981)
Somente você e eu (1979)
As novas aventuras de Heidi (1978)(TV)
The Bermuda depths (1978) (TV)
Raízes (1977) (TV)
Baker's Hawk (1976)
The First Easter Rabbit (1976) (TV) (voz)
Hugó a víziló (1975)
The Man who wanted to live forever (1970) (TV)
Império dos homens maus (1970)
The Whole World is Watching (1969)(TV)
The Sound of Anger (1968) (TV)
The Other Side of Bonnie and Clyde (1968) (voz)
Pinocchio (1968) (TV)
Aqueles fantásticos loucos voadores (1967)
The Daydreamer (1966)(voz)
Rudolph, the red-nosed reindeer (1964) (voz)
O barco do desespero (1964)
Um gênio entrou lá em casa (1964)
I know an old lady who swallowed a fly (1964) (voz)
Doce verão dos meus sonhos (1963)
Labirinto de paixões (1962)
Algemas partidas (1960)
A quadrilha maldita (1959)
Nosso homem em Havana (1959)
Da terra nascem os homens (1959)
Gata em teto de zinco quente (1958)
Jornada tétrica (1958)
Desejo (1958)
Gun glory (1957)
Um rosto na multidão (1957)
Os grandes deste mundo (1956)
Vidas amargas (1955)
Serras sangrentas (1950)
Tão perto do coração (1948)
No coração do oeste (1948)
Os prados verdes (1948)
Furacão negro (1946)

Prêmios e indicações

Em 1959, Burl Ives ganhou o Óscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário) e também o Globo de Ouro Melhor Ator (coadjuvante/secundário) em cinema por sua atuação em Da Terra Nascem os Homens.

CARROLL BAKER(1931)


Carroll Baker (Johnstown, Pennsylvania, 28 de Maio de 1931 -), é uma atriz norte-americana.
Biografia
O pai dela era um vendedor ambulante. Freqüentou a faculdade da comunidade durante um ano, então trabalhou como dançarina e assistente de mágico. Depois de um matrimônio que durou alguns meses, teve uma pequena participação em, Easy to Love (1953), fez comerciais de TV e algumas peças na Broadway. Ela estudou no Actrors Studio e se casou com diretor Jack Garfein, com quem teve uma filha, Blanche Baker. A Warner Brothers, sentindo uma futura Marilyn Monroe, lançada lance em Giant (1956), Baby Doll (1956) - Oscar de nomeação para ela, The Carpetbaggers (1964), e o papel de título em Harlow (1965/I). Se mudando para a Itália, ela fez filmes na Espanha, Alemanha, México e Inglaterra. Depois de voltar a filmes americanos, ela se casou Donald Burton em 1982.

Embora possa ser um exagêro do estúdio, em 1964 um comandante de Masai africano ficou fascinado por Baker, e ofereceu a ela 150 vacas, 200 cabras e ovelhas, e $750 quando ela se encontrava no Quênia para a filmagem de Mister Moses (1965).

A brigas dela com a Warner Bros continuaram quando ela recusou uma série de filmes baseados em livros do escritor Erskine Caldwell. Levando a perder adiante e ganhando a oferta para fazer The Three Faces of Eve (1957) para 20th Century-Fox, e ambos, Cat on a Hot Tin Roof (1958) e The Brothers Karamazov (1958) para MGM.

Quando ela recusou a representar com um ninfomaníaco em Too Much, Too Soon (1958), Warner Bros. Recusou a aparecer com o afronte Laurence Olivier, Burt Lancaster e Kirk Douglas em Devil's Disciple (1959).

Enquanto em Hollywood para o teste Giant (1956), do diretor Nicholas Ray que a reuniu na sugestão de James Dean discutir para fazer o papel de Natalie Wood em Rebel Without a Cause (1955). O marido novo de Baker, Jack Garfein insistiu que ela voltasse de uma vez para Nova Iorque que o teste foi atirado, e as negociações estavam quebradas.

Filmografia

Easy to Love, (1953)
Giant, (1956)
Baby Doll, (1956)
The Big Country, (1958)
But Not for Me, (1959)
The Miracle, (1959)
Bridge to the Sun, (1961)
Something Wild, (1961)
How the West Was Won, (1962)
Station Six-Sahara, (1962)
The Carpetbaggers, (1964)
Cheyenne Autumn, (1964)
Sylvia, (1965)
The Greatest Story Ever Told, (1965)
Mister Moses, (1965)
Harlow, (1965)
Her Harem, (1967)
Jack of Diamonds, (1967), (cameo)
The Sweet Body of Deborah, (1968)
Orgasm, (1969)
So Sweet, So Perverse, (1969)
The Spider, (1970)
Paranoia, (1970)
The Fourth Mrs. Anderson, (1971)
Captain Apache, (1971)
The Devil Has Seven Faces, (1971)
Knife of Ice, (1972)
Baba Yaga, (1973)
The Flower with Petals of Steel, (1973)
The Body, (1974)
The Virgin Wife, (1975)
Private Lessons, (1975)
My Father's Wife, (1976)
As of Tomorrow, (1976)
Bait, (1976)
Andy Warhol's Bad, (1977)
Cyclone, (1978)
The World Is Full of Married Men, (1979)
The Sky is Falling, (1979)
The Watcher in the Woods, (1980)
Star 80, (1983)
The Secret Diary of Sigmund Freud, (1984)
Native Son, (1986)
Hollywood Uncensored, (1987), (documentário)
Ironweed, (1987)
Kindergarten Cop, (1990)
Blonde Fist, (1991)
Jackpot, (1992)
Gipsy Angel, (1994)
In the Flesh, (1995)
Just your luck, (1996)
Skeletons, (1996)
The Game, (1997)
Nowhere to Go, (1998)
Cinerama Adventure, (2002), (documentário)

sexta-feira, 14 de maio de 2010

RONALD COLMAN (1891-1958)


Ronald Colman (Richmond, Surrey, Inglaterra, 9 de fevereiro de 1891 – Los Angeles, Califórnia, EUA, 19 de maio de 1958) foi um ator de cinema nascido na Inglaterra e radicado nos Estados Unidos.

Biografia

Órfão aos 16 anos, começou a trabalhar como office-boy no British Steamship Company, enquanto fazia teatro amador. Participou da Primeira Guerra Mundial tendo sido ferido. A partir de 1918, fez pequenos papéis no cinema, e emigrou para os Estados Unidos em 1920, onde participou de uma peça que foi assistida por Lílian Gish e Henry King, sendo convidado para o papel principal em The White Sister ("A Irmã Branca"). Tornou-se, rapidamente, famoso, mantendo sua popularidade mesmo após o advento do cinema falado. Muitos de seus primeiros filmes, da época do cinema mudo, foram perdidos.

Na década de 50 apareceu apenas como ator convidado em Around the World in 80 Days ("A Volta ao Mundo em Oitenta Dias"), de 1956, e The Story of Mankind ("A História da Humanidade"), em 1957, morrendo um ano depois.

Foi casado com a atriz Benita Hume, e teve sua biografia Ronald Colman – a Very Private Person feita pela filha, Juliet Benita Colman, em 1975.

Filmografia
Filmes ingleses mudos

The Live Wire (1917)
The Toilers (1919)
A Daughter of Eve (1919)
Sheba (1919)
Snow in the Desert (1919)
Anna the Adventuress (1920)
A Son of David (1920)
The Black Spider (1920)

Filmes americanos mudos

Handcuffs or Kisses (1921)
The White Sister ("A Irmã Branca") (1923)
The Eternal City (Extra) (1923)
Twenty Dollars a Week (1924)
Tarnish (1924)
Her Night of Romance (1924)
Romola (1924) – de Henry King, ao aldo de Lillian Gish, Dorothy Gish, William Powell
A Thief in Paradise (1925)
His Supreme Moment (1925)
The Sporting Venus (1925)
Her Sister from Paris (1925)
The Dark Angel (1925)
Stella Dallas (1925)
Lady Windermere's Fan (1925)
Kiki (1926) – de Clarence Brown
Beau Geste ("Beau Geste") (1926)
The Winning of Barbara Worth (1926) – com Vilma Banky e Gary Cooper
The Night of Love (1927) – com Vilma Banky
The Magic Flame (1927) – com Vilma Banky
Two Lovers (1928) – com Vilma Banky, Noah Beery
The Rescue (1929) – com Lily Damita

Filmes sonoros

Bulldog Drummond ("Amante de Emoções") (1929) - com Joan Bennett
Condemned ("Condenado") (1929)
Raffles (1930)
The Devil to Pay! (1930) - com Loretta Young, Frederick Kerr, Myrna Loy
The Unholy Garden (1931)
Arrowsmith ("Médico e Amante") (1931) - de John Ford, com Helen Hayes, Richard Bennett, Myrna Loy
Cynara (1932) - de King Vidor
The Masquerader (1933)
Bulldog Drummond Strikes Back (1934)
Clive of India (1935)
The Man Who Broke the Bank at Monte Carlo (1935) - com Joan Bennett, Nigel Bruce, Colin Clive
A Tale of Two Cities ("A Queda da Bastilha") (1935) – com Elizabeth Allen, Edna May Oliver, Reginald Owen, Basil Rathbone, Blanche Yurka
Under Two Flags (1936) – de Frank Lloyd, com Claudette Colbert, Victor McLaglen, Rosalind Russell
Lost Horizon ("Horizonte Perdido") (1937) – de Frank Capra, com Jane Wyatt, Edward Everett Horton, Thomas Mitchell, Margo, Isabel Jewell, H.B. Warner, Sam Jaffe
The Prisoner of Zenda ("O Prisioneiro de Zenda") (1937) – de John Cromwell, com Madeleine Carroll, Douglas Fairbanks, Jr., C. Aubrey Smith, Raymond Massey, Mary Astor
If I Were King ("Se Eu Fora Rei") (1938)
The Light That Failed ("A Luz Que se Apaga") (1939) - de William Wellman, com Walter Huston, Ida Lupino
Lucky Partners (1940) – de Lewis Milestone, com Ginger Rogers, Jack Carson
My Life with Caroline (1941)
The Talk of the Town (1942) – de George Stevens, com Cary Grant, Jean Arthur, Edgar Buchanan, Glenda Farrell
Random Harvest ("Na Noite do Passado") (1942) - de Mervyn LeRoy, com Greer Garson, Philip Dorn, Susan Peters
Kismet (1944) – de William Dieterle, com Marlene Dietrich, James Craig, Edward Arnold, Joy Ann Page (Technicolor)
The Late George Apley (1947)
A Double Life ("Fatalidade") (1947) – de George Cukor, com Signe Hasso, Edmund O'Brien, Shelley Winters
Champagne for Caesar (1950)
Around the World in Eighty Days ("A Volta ao Mundo em Oitenta Dias") (1956) – de Michael Anderson, com David Niven, Cantinflas, Shirley MacLaine, Robert Newton
The Story of Mankind ("A História da Humanidade") (1957) – de Irwin Allen, com Vincent Price, Cedric Hardwicke

Premiações

Indicação ao Oscar de ator em 1929/30 por dois filmes: Bulldog Drummond ("Amante de Emoções") e Condemned ("Condenado")
Indicação ao Oscar de ator em Ramdon Harvest ("Na Noite do Passado"), em 1942.
Oscar de ator em A Double Life ("Fatalidade"), em 1947.
Globo de Ouro de Melhor Ator por A Double Life ("Fatalidade"), em 1947.

EDGAR BUCHANAN (1903-1979)


Edgar Buchanan (Humansville, Missouri, 20 de março de 1903 - Palm Desert, Califórnia, 4 de abril de 1979) foi um ator norte-americano, especializado em papéis característicos, geralmente em faroestes.

Vida e carreira

Aos sete anos, Buchanan mudou-se com a família para o Oregon, onde, seguindo os passos do pai, formou-se em odontologia. Dedicou-se à profissão primeiramente em Eugene, Oregon, e depois em Altadena, na Califórnia. Nessa cidade juntou-se a uma companhia teatral, onde descobriu sua queda pela arte de representar. Finalmente, em 1939, estreou no cinema no drama criminal B My Son Is Guilty. Abandonou o jaleco de dentista logo em seguida, ainda que seus conhecimentos na área tenham sido aproveitados mais de uma vez para tratar de colegas nos sets de filmagem.

Com sua voz rouca e barba por fazer, Buchanan apareceu como coadjuvante em mais de cem filmes, frequentemente nos papéis de juízes perversos, banqueiros beberrões, velhos xerifes, vilões sanguinários, vagabundos filósofos ou, simplesmente, amigo do mocinho. De sua filmografia, composta por faroestes na maior parte, destacam-se produções como Sete Homens Maus (The Walking Hills, 1949), O Caminho do Diabo (The Devil's Doorway, 1950), Os Brutos Também Amam (Shane, 1953), Comancheros (The Comancheros, 1961) e Pistoleiros do Entardecer (Ride the High Country, 1962). Trabalhou ao lado do astro Glenn Ford em treze filmes, entre eles No Velho Colorado (The Man from Colorado, 1948), Escravos da Ambição (Lust for Gold, 1949), O Irresistível Forasteiro (The Sheepman, 1958) e Cimarron (Cimarron, 1960).

Na televisão estrelou a série Judge Roy Bean e brilhou em Petticoat Junction, que durou sete anos. Também apareceu em diversos episódios de O Homem do Rifle, O Fazendeiro do Asfalto, Laramie e inúmeras outras.

Buchanan despediu-se das câmeras em 1974, no filme Benji/Benji. Casou-se uma única vez, com a também dentista Mildred Marguerite Spence, com quem teve um filho. Faleceu vítima de derrame cerebral, aos setenta e seis anos de idade.

Filmografia

1939 My Son Is Guilty
1940 Arizona A Amazona de Tucson
Too Many Husbands Maridos em Profusão
Three Cheers for the Irish Fogo nas Veias
When the Daltons Rode A Vingança dos Daltons
The Doctor Takes a Wife Esposa de Mentira
Escape to Glory Rumo ao Oeste
The Sea Hawk O Gavião do Mar
Tear Gas Squad
1941 The Richest Man in Town
Penny Serenade Serenata Prateada
Texas Gloriosa Vingança
You Belong to Me Você Me Pertence
Her First Beau
1942 The Talk of the Town E A Vida Continua
Tombstone, the Town Too Tough to Die O Homem do Perigo
1943 City Without Men Cidade sem Homens
The Desperadoes Império da Desordem
Destroyer Destroyer
Good Luck, Mr. Yeats A Injúria
1944 The Impatient Years Duas Vezes Lua-de-Mel
Buffalo Bill Buffalo Bill
Bride My Mistake Esposa por Engano
The Strange Affair
1945 The Fighting Swordsman A Espada Vingadora
1946 The Bandit of Sherwood Forest O Filho de Robin Hood
If I'm Lucky
Renegades Bandoleiros
Perilous Holiday Dinheiro Perigoso
The Walls Came Tumbling Down
Abilene Town Rua dos Conflitos
1947 Framed Paula
The Sea of Grass Mar Verde
The Swordsman O Espadachim
1948 Adventures in Silverado
Best Man Wins Só os Fortes Triunfam
The Black Arrow Coração de Leão
The Wreck of the Hesperus
Coroner Creek Águas Sangrentas
The Untamed Breed
The Man from Colorado No Velho Colorado
1949 Red Canyon Escrava do Ódio
Any Number Can Play Quando Morre Uma Ilusão
Lust for Gold Escravos da Ambição
The Walking Hills Sete Homens Maus
1950 Devil's Doorway O Caminho do Diabo
Cheaper by the Dozen Papai Batuta
The Big Hangover A Verdade Não Se Diz
Cargo to Capetown Através do Furacão
1951 The Great Missouri Raid A Vingança de Jesse James
Silver City Prata Maldita
Rawhide Correio do Inferno
Cave of Outlaws O Segredo da Caverna
1952 Flaming Feather Flechas Incendiárias
Wild Stallion Potro Indomável
The Big Trees Floresta Maldita
Toughest Man in Arizona Chamas da Ambição
1953 It Happens Every Thursday O Amor Resolve Tudo
Shane Os Brutos Também Amam
1954 She Couldn't Say No Bonita e Audaciosa
Make Haste to Live Ódio Que Não Perdoa
Human Desire Desejo Humano
Dawn at Socorro Dinastia do Terror
Destry Antro da Perdição
1955 Rage at Dawn Homens Que São Feras
Wichita Choque de Ódios
The Silver Star
The Lonesome Trail
1956 Come Next Spring Quando a Primavera Voltar
1957 Spoilers of the Forest Floresta Ensanguentada
1958 The Sheepman O Irresistível Forasteiro
Day of the Bad Man Na Fúria de uma Sentença
1959 King of the Wild Stallions Fúria Negra
It Started with a Kiss Começou com um Beijo
Hound-Dog Man Uma Dívida de Amor
Edge of Eternity Covil da Morte
1960 Four Fast Guns
Cimarron Cimarron
Stump Run
Chartroose Caboose
1961 The Devil's Partner
The Comancheros Comancheros
Tammy Tell me True Com Amor no Coração
1962 Ride the High Country Pistoleiros do Entardecer
1963 Donovan's Reef O Aventureiro do Pacífico
A Ticklish Affair Operação Matrimônio
Move Over, Darling Ele, Ela e a Outra
McLintock! Quando um Homem É Homem
1965 The Man from Button Willow Animação; apenas voz
The Rounders Ginetes Intrépidos
1966 Gunpoint Matar ou Cair
1967 Welcome to Hard Times O Homem com a Morte nos Olhos
1969 Angel in My Pocket Um Anjo em Meu Bolso
Something for a Lonely Man TV
The Over-the-Hill Gang Esses Indomáveis Xerifes Quarentões TV
1970 The Over-the-Hill Gang Rides Again Os Patrulheiros Aposentados Atacam Outra Vez TV
1971 Yuma Yuma TV
1974 Benji Benji

DEAN JAGGER (1903-1991)


Dean Jagger (Columbus Grove, Ohio, 7 de novembro de 1903 - Santa Mônica, Califórnia, 5 de fevereiro de 1991) foi um ator de cinema estadunidense.

Carreira

Jagger nasceu Ira Dean Jagger, fez sua estreia no cinema em The Woman from Hell (1929) com Mary Astor. Ele se tornou um ator de sucesso, embora sem ser uma grande estrela, tendo aparecido em quase cem filmes ao longo da carreira, que durou até pouco antes de sua morte.

Jagger iniciou nos grandes papéis cinematográficos ao interpretar Brigham Young, no filme homônimo de 1940, Brigham Young. Segundo George D. Pyper, um consultor técnico que havia conhecido o líder religioso pessoalmente, Jagger não apenas se parecia com Young, mas falava como o próprio e possuía muitos de seus modos.

Após este trabalho, desempenhou importantes papeis em Western Union (1941), Sister Kenny (1946) e no faroeste neo-noir Raoul Walsh Pursued (1947). Ganhou o Oscar de melhor ator coadjuvante por seu papel em Twelve O'Clock High (1949). Neste filme interpreta o ajudante de meia-idade Major Stovall, que age como conselheiro do comandante, General Savage (Gregory Peck), e é encarregado de escrever cartas aos familiares dos pilotos mortos em combate.

Fez o general aposentado homenageado por Bing Crosby e Danny Kaye no musical White Christmas (1954) e um xerife desamparado em Bad Day at Black Rock (1955) dirigido por John Sturges. No filme de ficção científica britânico de 1956 X the Unknown, criou uma controvérsia ao se recusar a trabalhar com o diretor Joseph Losey, pois este figurava na Lista Negra de Hollywood. Losey foi afastado do projeto após alguns dias de filmagem, e substituído por Les Norman.

Jagger fez o pai de Elvis Presley em King Creole, de 1958. Em 1960 interpretou um caixeiro viajante no premiado Elmer Gantry, filme de 1960 que ganhou três Oscar. Atuou em The Kremlin Letter, de John Huston (1969) e em 1971 fez uma aparição em Vanishing Point.

Fez grande sucesso também na televisão, atuando no seriado Mr. Novak, recebendo duas indicações ao Emmy por seu trabalho, em 1964 e 1965. Venceu o Daytime Emmy Award por seu papel na série religiosa This Is the Life. Fez dezenas de pequenos papéis na TV, como em The Twilight Zone, e um de seus últimos trabalho foi em Hill Street Blues.

Dean Jagger foi homenageado com uma estrela na Calçada da Fama de Hollywood por sua contribuição ao cinema, na 1523 Vine Street.

Vida pessoal

O ator abandonou a escola diversas vezes, antes de finalmente frequentar o Wabash College. Trabalhou como professor, antes de estudar artes dramáticas no Lyceum Art Conservatory, de Chicago e, até iniciar de fato a carreira em 1929, trabalhou em outras atividades, como no vaudeville e no rádio.

Em 1972 recebeu o batismo como membro da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias (mórmon). Faleceu na Califórnia, de ataque cardíaco.

PETER SELLERS (1925-1980)


Richard Henry "Peter" Sellers CBE (8 de setembro de 1925, Southsea, Hampshire, Inglaterra – 24 de julho de 1980, Londres) foi um ator inglês.
Se tornou famoso com a série de rádio da BBC The Goon Show, antes de se lançar em uma carreira cinematográfica de sucesso. Sellers foi o mais famoso intérprete do inspetor Jacques Clouseau, da série A Pantera Cor-de-Rosa.

Sellers criou personagens antológicos como o sinistro Dr. Strangelove (Doutor Fantástico), o inspetor Clouseau e o jardineiro Chance do filme Being There ("Muito Além do Jardim"). Na vida real tinha uma relação estranha com a mãe dominadora e submeteu suas mulheres e filhos a torturas psicológicas. Em uma entrevista ele disse: "odeio tudo o que eu faço, não sei como vocês gostam".

Além dos filmes da série de A Pantera Cor-de-Rosa, também foram filmes importantes de sua carreira: The ladykillers (O quinteto da morte); Carlton Browne; The mouse that roared (O rato que ruge); I'm alright, Jack (Papai é nudista); The millionairess (Com milhões e sem carinho); Lolita; Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (Dr. Fantástico); Cassino Royale; The party (Um convidado bem trapalhão) e Being there (Muito além do jardim).

Em 1964, aos 38 anos, Sellers sofreu uma série de ataques cardíacos (13 em alguns dias), que permanentemente danificaram o seu coração. A condição de coração de Sellers deteriorou-se quando ele diferiu tratamento médico adequado, a optar por "curandeiros psíquicos". Ele também teve um marcapasso implantado no final de 1970, o que lhe causou problemas consideráveis.

Um jantar reunião foi agendada em Londres, com os seus parceiros Goon Show, Spike Milligan e Harry Secombe, para finais de Julho de 1980. Mas em 22 de Julho Sellers entrou em colapso a partir de um ataque cardíaco em seu quarto de hotel Dorchester e entrou em coma. Ele morreu em um hospital de Londres pouco depois da meia-noite de 24 de Julho de 1980, aos 54 anos. Ele foi socorrido por sua quarta esposa, Lynne Frederick, e três filhos: Michael, Sarah e Vitória. No momento da sua morte, ele foi programado para uma cirurgia cardíaca em Los Angeles no mês.

Embora Sellers teria sido no processo de exclusão de Frederick de sua vontade uma semana antes de morrer de um ataque cardíaco em 1980, ela herdou quase toda sua propriedade um valor estimado em 4,5 milhões de euros, enquanto seus filhos, recebeu R $ 800 cada. Quando Frederick morreu em 1994 aos 39 anos de alcoolismo, Sua mãe Iris havia herdado tudo, inclusive todos os rendimentos e royalties de trabalho dos vendedores. Quando Iris Frederick morre a fazenda inteira vai para Cassie, a filha de Lynne teve com seu terceiro marido, Barry Unger. O filho de Sellers, Michael, morreu de um ataque cardíaco aos 52 anos durante a cirurgia, em 24 de Julho de 2006 (26 anos para o dia após a morte de seu pai). Michael tinha sobrevivido por sua segunda esposa, Alison, com quem se casou em 1986, e seus dois filhos.

Em seu testamento, Sellers solicitou que a canção de Glenn Miller "In the Mood" ser tocada em seu funeral. O pedido é considerado o seu último toque de humor, como ele odiava a peça. Seu corpo foi cremado e ele foi enterrado no Golders Green Crematorium, em Londres. Após sua morte, em 1994, as cinzas de sua viúva, Lynne foram co-enterradas com a sua tumba.

Filmografia

The Black Rose (1950)
London Entertains (1951)
Let's Go Crazy (1951)
Burlesque of Carme (1951)
Penny Points to Paradise (1951)
Down Among the Z Men (1952)
The Super Secret Service (1953)
Our Girl Friday também conhecido como The Adventures of Sadie (1954)
Malaga (voz de 14 personagens) (1954)
Orders are Orders (1954)
John and Julie (1955)
The Ladykillers (1955)
The Man Who Never Was (1956) (voz de Winston Churchill, sem créditos)
The Case of the Mukkineese Battlehorn (1956)
The Smallest Show on Earth (1957)
Cold Comfort (1957)
Insomnia Is Good For You (1957)
Dearth of a Salesman (1957)
The Naked Truth, também conhecido como Your Past Is Showing (1957)
Tom Thumb (1958)
Up the Creek (1958)
Carlton-Browne of the F.O. também conhecido como Man in a Cocked Hat (1959)
The Mouse That Roared (1959)
I'm All Right Jack (1959) - primeira nomeação ao BAFTA de Melhor Ator Britânico, pela qual venceu
The Running Jumping & Standing Still Film (1960)
The Battle of the Sexes (1960)
Two-Way Stretch (1960)
Never Let Go (1960)
The Millionairess (1960)
Climb Up the Wall (1960)
Mr. Topaze também conhecido como I Like Money (1961)
Only Two Can Play (1962) - segunda nomeação ao BAFTA de Melhor Ator Britânico
The Road to Hong Kong (1962)
Waltz of the Toreadors (1962)
Lolita (1962)
Trial and Error também conhecido como The Dock Brief (1962)
The Wrong Arm of the Law (1963)
Heavens Above! (1963)
Light of Day (1963)
The Pink Panther (1963) - primeira nomeação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Cômico, terceira ao BAFTA
Dr. Strangelove or: How I Learned to Stop Worrying and Love the Bomb (1964) - primeira nomeação para o Óscar de Melhor Ator, quarta ao BAFTA
The World of Henry Orient (1964)
A Shot in the Dark (1964, sequência de The Pink Panther)
Carol for Another Christmas (1964)
Birds, Bees and Storks (1964)
What's New, Pussycat? (1965)
The Wrong Box (1965)
After the Fox (1966)
Casino Royale (1967)
The Bobo (1967)
Woman Times Seven (1967)
The Party também conhecido como Hollywood Party (1968)
I Love You, Alice B. Toklas (1968)
The Magic Christian (1970)
Hoffman (1970)
A Day at the Beach (1970)
Simon, Simon (1970)
There's a Girl in My Soup (1971)
Where Does It Hurt? (1972)
Alice's Adventures in Wonderland (1972)
The Blockhouse (1973)
Soft Beds, Hard Battles aka Undercovers Heroes (1973)
The Optimists of Nine Elms (1974)
Ghost In The Noonday Sun (1974)
The Great McGonagall (1975), onde ele representa a Rainha Victoria
The Return of the Pink Panther (1975) - segunda nomeação ao Globo de Ouro
Murder by Death (1976)
The Pink Panther Strikes Again (1976) - terceira nomeação ao Globo de Ouro
The Revenge of the Pink Panther (1978)
The Prisoner of Zenda (1979)
Being There (1979), segunda nomeação para o Óscar de Melhor Ator, primeira ao BAFTA de Melhor Ator, quarta ao Globo de Ouro, pela qual venceu
The Fiendish Plot of Dr. Fu Manchu (1980)
Trail of the Pink Panther &mdash póstumo (1982)
Em alguns dos filmes citados, Sellers atua somente com a sua voz.
The life and death of Peter Sellers- É um filme de 2004 que fala da vida de Peter Sellers baseado no livro com o mesmo nome. Existem muitas faltas e erros, pois não falam de algumas partes essenciais da vida de Sellers. Peter Sellers foi interpretado por Geoffrey Rush, que ganhou um BAFTA pela sua interpretação.

TERRY THOMAS (1911-1990)


Terry-Thomas (Finchlay, 14 de julho de 1911 — Surrey, 8 de janeiro de 1990) foi um ator britânico nascido na Inglaterra.
Nascido Thomas Terry Hoar Stevens, ele inverteu a ordem original do seu nome e passou a assinar Terry-Thomas. Foi açougueiro, administrador de empresas e professor de dança antes de estrear no palco em 1939, em um clube noturno inglês.
No cinema ele começou em 1949 e se especializou em um tipo único: o londrino ignorante e esnobe. Na televisão conquistou o sucesso em 1956 e chegou a ter um programa na BBC com o seu nome.
A estréia em Hollywood foi em O Pequeno Polegar em 1958, formando dupla com Peter Sellers. Outros filmes de sucesso foram Deu a Louca no Mundo; Como Matar Sua Esposa e Esses Homens Maravilhosos e Suas Máquinas Voadoras.
Era conhecido nas telas do cinema e da TV, pelo seu cômico e célebre sorriso limpa-trilho (falha no meio dos dentes) que o tornou famoso.

Filmografia

The Green Man (1956)
Private's Progress (1956)...Major Hitchcock
Lucky Jim (1957)
Brothers in Law (1957)
The Naked Truth (1957)...Lord Mayley
Blue Murder at St Trinian's (1957)...Capitão Romney Carlton-Ricketts
Tom Thumb (1958)...Ivan
I'm All Right Jack (1959) repete o papel de Major Hitchcock
Carlton-Browne of the F.O. (1959)
Too Many Crooks (1959)...Billy Gordon
Make Mine Mink {1960}...Major Albert Rayne
His and Hers {1960}...Reggie Blake
School for Scoundrels (1960)
Operation Snatch (1962)...Tenente 'Piggy' Wigg
It's a Mad, Mad, Mad, Mad World (1963)...Ten.Coronel Algernon Hawthorne
The Mouse on the Moon (1963)...Spender
How to Murder Your Wife (1965)...Charles
Those Magnificent Men in Their Flying Machines (1965)... Sir Percy Ware-Armitage
Our Man in Marrakesh (1966)...El Caid
La grande vadrouille (1966)...Sir Reginald
Munster, Go Home (1966)...Primo Freddy
Se Tutte le Donne del Mondo (If All the Women in the World ou Kiss the Girls and Make Them Die) (1966)
Jules Verne's Rocket to the Moon (1967)...Capitão Sir Harry Washington-Smythe
Arabella (1967)
Don't Raise the Bridge, Lower the River (1968)
Diabolik (1968)...Ministro das Finanças
How Sweet It Is! (1968)
Where Were You When the Lights Went Out?
Monte Carlo or Bust (1969)...Sir Cuthbert Ware-Armitage, filho de Sir Percy de Those Magnificent Men in Their Flying Machines
The Abominable Dr. Phibes (1971)
Dr. Phibes Rises Again (1972)
Robin Hood (1973), voz de Sir Hiss (que tem uma falha nos dentes similar a do ator)
The Vault of Horror (1973)...Critchit
Side by Side (1975)...Max Nugget
Spanish Fly (1976)...Sir Percy De Courcy
The Bawdy Adventures of Tom Jones (1976)
The Last Remake of Beau Geste (1977)
The Hound of the Baskervilles (1978)

MILTON BERLE (1908-2002)


Milton Berle, pseudônimo de Milton Berlinger (12 de julho de 1908 - 27 de março de 2002), comediante, apresentador de TV e compositor americano.

FERNANDO LAMAS (1915-1982)


Fernando Lamas (Buenos Aires, 9 de Janeiro de 1915 — Los Angeles, 8 de Outubro de 1982) foi um ator argentino.
Trabalhou em mais de 25 filmes na Argentina, na Espanha e na Itália até chegar em Hollywood em 1951, onde fez mais de 30 filmes.
Durante as filmagens de Salve a Campeã, estrelado por Esther Williams, se apaixonou pela atriz e eles se casaram em 1963. Antes, Fernando foi casado com a também atriz Arlene Dahl com quem teve um filho que se tornou ator também, Lorenzo Lamas.
Além do cinema ele participou de muitas séries para a TV como Mannix, SWAT e Starsky and Hutch.

ESTHER WILLIAMS (1923)


Esther Williams (Inglewood, Califórnia, 8 de agosto de 1923) é uma atriz estadunidense.
Esther Jane Williams, nasceu em Inglewood, Califórnia. Filha mais nova de uma família pobre de cinco filhos. Esther começou a nadar desde criança em piscina pública de sua cidade.

Antes de entrar para o cinema, Williams, entusiasta de natação, foi campeã do esporte na Feira Mundial de San Francisco (EUA). Além disso, cursou a Universidade da Carolina do Sul e foi modelo profissional.

Em 1940 foi descoberta pela MGM, produtora com a qual assinou contrato. Ao lado de Mickey Rooney no filme Andy Hardy’s Double Life estreou no cinema aos 20 anos de idade, e em 1944 ao atuar em Escola de Sereias (Bathing Beauty) ao lado de Red Skelton, alcançou finalmente o estrelato, passando a figurar entre as grandes atrizes da MGM.

Divorciada, em 1944, do Dr. Leonard Kouner (com quem havia se casado no ano anterior) voltou a se casar no ano seguinte com o ator Ben Gage, de quem também se divorciou. Teve três filhos e também foi casada com o ator Fernando Lamas, o latin lover do cinema americano.

Foi eleita uma das estrelas de maior público em 1950, além de ser considerada a Sereia de Hollywood e a rainha dos filmes musicais dos estúdios MGM, invariavelmente em espetáculos aquáticos.

Em 1952, Esther estreou um dos seus maiores sucessos de bilheteria, A Rainha do Mar (Million Dollar Mermaid), uma história real na qual a atriz vivia o papel da própria Annette Kellerman.

Como muitas outras grandes estrelas da época dourada de Hollywood, a maturidadde de Esther também não foi muito feliz, principalmente quando o seu casamento com o ex-galã latino Fernando Lamas começou a se desmanchar. Em dezembro de 1974, aos 51 anos de idade, foi presa por estar dirigindo embriagada. Foi solta após duas horas depois que o marido pagou a sua fiança.

Filmografia

That's Entertainment! III (1994)
Magic Fountain (1963)
The Big Show (1961)
Raw Wind in Eden (1958)
The Unguarded Moment (1956)
Jupiter's Darling (1955)
Easy to Love (1953)
Dangerous When Wet (1953)
Million Dollar Mermaid (1952)
Skirts Ahoy! (1952)
Texas Carnival (1951)
Callaway Went Thataway (1951)
Pagan Love Song (1950)
Duchess of Idaho (1950)
Neptune's Daughter (1949)
Take Me Out to the Ball Game (1949)
On an Island with You (1948)
This Time for Keeps (1947)
Fiesta (1947)
Till the Clouds Roll By (1946)
Easy to Wed (1946)
The Hoodlum Saint (1946)
Ziegfeld Follies (1946)
Thrill of a Romance (1945)
Bathing Beauty (1944)
A Guy Named Joe (1943)
Andy Hardy's Double Life (1942)
Inflation (1942)

STANLEY KRAMER (1913-2001)


Stanley Kramer Nova Iorque, 29 de Setembro de 1913 — Los Angeles, 19 de Fevereiro de 2001) foi um diretor e produtor de cinema americano. Durante sua vida artística foi indicado a 9 Oscars por filme e direção, ganhou 23 prêmios e recebeu mais 21 indicações para outros prêmios de cinema. Foi descrito pelo também diretor Steven Spielberg como "um de nossos maiores cineastas, não apenas pela arte e paixão que colocou nas telas, mas também pelo impacto que teve na consciência do Mundo".

Juventude

Kramer viveu com a avó no bairro de Manhattan conhecido como Hell's Kitchen (Cozinha do Inferno). Desde jovem, Kramer teve conexões com a indústria cinematográfica; seu tio, Earl Kramer, trabalhou da distribuição da Universal Pictures e depois como agente em Hollywood. A mãe de Kramer também trabalhou como secretária na Paramount Pictures. Kramer cursou a DeWitt Clinton High School no Bronx e a New York University; no último ano da universidade foi-lhe oferecido um estágio pago no Departamento de Redação da 20th Century Fox. Kramer aceitou o trabalho, apesar de originalmente ter planejado seguir a carreira de advogado.

Em 1941 trabalhou como assistente de produção nos filmes The Moon and Sixpence e So Ends Our Night. Dois anos depois, em 1943, Kramer foi convocado para o exército, mais evitou a ida para a guerra trabalhando na unidade de filmagens do Exército em Nova York. Em 1948 Kramer organizou uma pequena companhia de produção, a Screen Plays Inc. Seus sócios na empreitada foram o escritor Herbie Baker, o publicista George Glass e o produtor Carl Foreman, que ele conheceu durante o tempo em que permaneceu na unidade de filmagens do Exército. Foi durante sua carreira como produtos que Stanley Kramer começou a ser reconhecido por seu talento.

Apesar do primeiro filme produzido pela companhia ("So This Is New York" de 1948, dirigido por Richard Fleischer), ter sido um fracasso, o filme seguinte ("Champion", dirigido por Mark Robson e estrelado por Kirk Douglas) foi um sucesso. O filme recebeu seis indicações ao Oscar: Melhor Ator, Melhor Ator Coadjuvante (Arthur Kennedy), Melhor Fotografia em Branco e Preto, Melhor Trilha Sonora e melhor Roteiro, ganhando o de Melhor Edição. Nos três anos seguintes, Kramer produziu Home of the Brave (1949), outro grande sucesso para o produtor. Em 1950, produziu The Men (br.: Espíritos Indômitos), que foi a estréia do ator Marlon Brando no Cinema.

Columbia Pictures

Um ano depois, Harry Cohn, presidente da Columbia Pictures ofereceu a Stanley Kramer a oportunidade de fazer filmes para o estúdio. Enquanto decidia se aceitava ou não o trabalho, Kramer passou o resto daquele ano concluindo seu último filme para a produtora independente, o filme High Noon (br.: Matar ou Morrer),, um Western dramático dirigido por Fred Zinnemann. O filme foi bem recebido, ganhando quatro Oscars: Ator (Gary Cooper), Edição, Música e Trilha Sonora, bem como três indicações (Diretor, Filme e Roteiro). Em 1999, o American Film Institute colocou este filme na Lista dos 100 maiores Filmes Americanos de todos os tempos em trigésimo-terceiro lugar.

Em Outubro de 1951, Kramer acaba sua sociedade com Carl Foreman, que na época estava sendo convocado para prestar declarações sobre seu envolvimento pregresso com o Partido Comunista dentro do processo de Caça às Bruxas que assolou os EUA nas décadas de 1940 e 1950.

No período em que permaneceu na Columbia, Kramer produziu filmes como Death of a Salesman (1951), The Sniper (1952), The Member of the Wedding (1952), The Juggler (1953), The Wild One (1953) e The 5,000 Fingers of Dr. T (1953). Apesar dos filmes não terem sido considerados um sucesso, hoje são considerados bastante interessantes e muito elogiados.

Em 1953, o presidente da Columbia, Harry Cohn, e Stanley Kramer concordaram em desfazer o contrato de cinco anos que Kramer havia feito com a Columbia. Mesmo assim, com o último filme para a Columbia, Kramer estava determinado a recuperar o prejuízo de todos os investimentos anteriores feitos pela Columbia em seus filmes mal sucedidos. O filme, The Caine Mutiny ("A Nave da Revolta", no Brasil), era uma adaptação do livro escrito por Herman Wouk e dirigido por Edward Dmytryk. Kramer encontrou resistência da Marinha dos Estados Unidos, que o filme retratava, e que considerava o retrato apresentado no filme injusto. Kramer foi hábil ao negociar um acordo com a Marinha, declarando que faria o filme o mais acurado e justo possível. O elenco incluía vários atores importantes na época, como Humphrey Bogart, Van Johnson, Fred MacMurray e José Ferrer. Cohn manteve Kramer sob fortes limitações financeiras. O resultado foi extremamente satisfatório. A bilheteria de onze milhões de dólares que o filme arrecadou superou todo o prejuízo anterior dos filmes de Stanley Kramer.

Direção

Depois de The Caine Mutiny, Kramer deixou a Columbia e reassumiu sua produção independente, mas, desta vez, ocupando o papel de diretor. Nesse tempo, Kramer recupera-se através dos filmes: Not As a Stranger de 1955 e The Pride and the Passion de 1957. Felizmente para Kramer, ele consegue escapar da Lista Negra de Hollywood, que afetou a carreira de muitos membros da indústria cinematográfica durante o Macartismo. Mesmo assim, Kramer era bem conhecido por seus pontos de vista liberais e seu desejo de produzir e dirigir filmes com temas controversos. Ele dirigiu em 1958 The Defiant Ones, On the Beach em 1959, Inherit the Wind em 1960 e Judgment at Nuremberg em 1961. Todos estes filmes lidavam com assuntos sérios e desconfortáveis.

Contrastando com seus filmes anteriores, em 1963 Kramer produz e dirige uma comédia milionária e com elenco all-star, chamada It's a Mad, Mad, Mad, Mad World. Quatro anos depois, em 1967, Kramer lança Guess Who's Coming to Dinner, outro de seus filmes a constar da Lista dos 100 maiores Filmes Americanos de todos os tempos, este na 99ª posição. Especula-se que, de todos os seus filmes, este era aquele de que Kramer tinha maior orgulho. O filme, estrelado por Sidney Poitier, Katharine Hepburn e Katharine Houghton, foi o último trabalho do ator Spencer Tracy no cinema e um sucesso, ganhador de oito indicações ao Oscar (ator, ator coadjuvante, atriz coadjuvante, direcão de arte, diretor, edição, trilha sonora e filme) e dois prêmios: atriz para Hepburn e roteiro. Nos anos seguintes, Kramer dirigiu filmes como Bless the Beasts and Children (1971), Oklahoma Crude (1973) e The Runner Stumbles (1979).

Dados finais

Em 1997, Kramer publicou sua autobiografia, intitulada A Mad Mad Mad Mad World: A Life in Hollywood. Stanley Kramer morreu em 19 de Fevereiro de 2001 em Los Angeles após uma pneumonia.

Filmografia
Como Diretor

Not as a Stranger (1955)
The Pride and the Passion (1957)
The Defiant Ones (1958)
On the Beach (1959)
Inherit the Wind (1960)
Judgment at Nuremberg (1961)
It's a Mad, Mad, Mad, Mad World (1963)
Ship of Fools (1965)
Guess Who's Coming to Dinner (1967)
The Secret of Santa Victoria (1968)
R. P. M. (1970)
Bless the Beasts and Children (1971)
Oklahoma Crude (1973)
The Domino Principle (1977)
The Runner Stumbles (1979)
[editar] Como Produtor
Champion (1949)
Home of the Brave (1949)
The Men (1950)
Cyrano de Bergerac (1950)
Death of a Salesman (1951)
High Noon (1952)
The Wild One (1954)
The Caine Mutiny (1954)
Pressure Point (1962)

ANTHONY QUINN (1915-2001)


Anthony Quinn, nascido Antonio Rudolfo Oaxaca Quinn, (Chihuahua, 21 de abril de 1915 — Boston, 3 de junho de 2001) foi um premiado ator americano nascido no México.

Biografia

Pai de treze filhos, naturalizou-se cidadão dos Estados Unidos nos anos 1940. Antes de iniciar sua carreira como ator trabalhou como açougueiro e boxeador. Chegou também a estudar arquitetura. Ganhou o seu segundo Óscar por uma participação de apenas 8 minutos, tempo de todas as suas cenas em Sede de Viver. É o vencedor do Óscar, que mais filmes fez ao lado de outros ganhadores do oscar de actuação. Foram 46 no total, sendo 28 com atores vencedores do oscar e 18 com atrizes vencedoras do prêmio. Possui uma estrela no Passeio da Fama, localizado em 6251 Hollywood Boulevard.

Ator multifacetado

Anthony Quinn talvez seja o ator que mais papéis diversificados fez, e caracterizou-se por representar personalidades famosas: foi Barrabás e o magnata grego Onassis. Dentre outros gregos que interpretou está talvez o seu papel mais carismático: Zorba. Outros gregos foram o pai de família problemático em "Um sonho de reis" e o combatente de "Canhões de Navarone". Foi esquimó (Sangue sobre a neve, 1960) e toureiro (Sangue e Areia, 1941).

No filme A Vigésima Quinta Hora, que demonstra o absurdo das idéias nazistas, ele faz o papel de um romeno católico que foi preso como judeu, cigano, revoltoso e até como um dos modelos perfeitos da genética ariana. Ainda interpretou os papéis de índio norte-americano, mexicano condenado ao linchamento (Consciências Mortas) e mafioso italiano. A sua versatilidade em cena e a extensa carreira tornaram-no um dos maiores atores do cinema.

Filmografia

2002 - Missão perigosa (Avenging Angelo)
1999 - Oriundi
1996 - Il sindaco
1996 - Gotti - No comando da máfia (Gotti) (TV)
1996 - Seven servants
1995 - Caminhando nas nuvens (A walk in the clouds)
1994 - Hércules e o labirinto do minotauro (Hercules and the maze of *the minotaur) (TV)
1994 - Hércules no mundo dos mortos (Hercules in the Underworld) (TV)
1994 - Hércules e o círculo de fogo (Hercules and the circle of fire) (TV)
1994 - Alguém para amar (Somebody to love)
1994 - Hércules em busca do reino perdido (Hercules and the lost kingdon) (TV)
1994 - Hércules e as amazonas (Hercules and the Amazon Women) (TV)
1994 - Vestígios de uma paixão (This can't be love) (TV)
1993 - O último grande herói (Last Action Hero)
1991 - A star for two
1991 - Império do Crime (Mobsters)
1991 - Febre da selva (Jungle fever)
1991 - Mamãe não quer que eu case (Only the lonely)
1990 - Fantasmas não transam (Ghost can't do it)
1990 - The old man and the sea (TV)
1990 - Vingança (Revenge)
1989 - Stradivari
1988 - Pasión de hombre
1988 - Onassis: The richest man in the world (TV)
1982 - Regina Roma
1982 - Valentina (Valentina)
1981 - Crosscurrent
1981 - Alto risco (High Risk)
1981 - A salamandra (The Salamander)
1980 - O leão do deserto (Lion of the desert)
1979 - Passageiros do inferno (The Passage)
1978 - Os filhos de Sanchez (The Children of Sanchez)
1978 - Caravans
1978 - O magnata grego (The Greek Tycoon)
1976 - A mensagem (The Message)
1976 - No alvo de um assassino (Target of an assassin)
1976 - Um blefe de mestre (Bluff storia di truffe e di imbroglioni)
1976 - A herança dos Ferramonti (L'eredità Ferramonti)
1974 - Contrato com Marselha (The Destructors)
1973 - A morte do chefão (The Don is dead)
1972 - A máfia nunca perdoa (Accross 110th Street)
1972 - Rápidos, brutos e mortais (Los amigos)
1972 - El asesinato de Julio César
1972 - The Voice of La Raza
1971 - The City (TV)
1970 - Flap
1970 - R.P.M. (R.P.M.)
1970 - Caminhando sob a chuva da primavera (Walk in the spring rain)
1969 - Um sonho de reis (A dream of kings)
1969 - O Segredo de Santa Vitória (The Secret of Santa Victoria)
1968 - O mago (The Magus)
1968 - As sandálias do pescador (The Shoes of the Fisherman)
1968 - Os canhões de San Sebastian (The Bataille of San Sebastian)
1967 - O heróico lobo do mar (L'Avventuriero)
1967 - Acontece cada coisa (The Happening)
1967 - A vigésima-quinta hora (La vingt-cinquième heure)
1966 - A patrulha da esperança (Lost command)
1965 - Marco the magnificent
1965 - Vendaval em Jamaica (A high wind in Jamaica)
1964 - Zorba, o grego (Alexis Zorbas)
1964 - A visita (The Visit)
1964 - A voz do meu sangue (Behold a pale horse)
1962 - Lawrence da Arábia (Lawrence of Arabia)
1962 - Réquiem para um lutador (Requiem for a heavyweight)
1961 - Barrabás
1961 - Os canhões de Navarone (The Guns of Navarone)
1960 - Retrato em negro (Portrait in black)
1960 - Jogadora infernal (Heller in pink tights)
1960 - Sangue sobre a neve (The Savage Innocents)
1959 - Duelo de titãs (Last Train from Gun Hill)
1959 - Minha vontade é lei (Warlock)
1958 - A orquídea negra (The Black Orchid)
1958 - Quando vem a tormenta (Hot spell)
1957 - A fúria da carne (Wild is the Wind)
1957 - O retorno sangrento (The Ride Back)
1957 - Matar para viver (The River's Edge)
1956 - Orgia sangrenta (The Wild Party)
1956 - O corcunda de Notre Dame (Notre Dame de Paris)
1956 - Blefando com a morte (Man from Del Rio)
1956 - Sede de viver (Lust for Life)
1955 - As sete cidades do ouro (Seven cities of gold)
1955 - O salário do pecado (The Naked Street)
1955 - O magnífico matador (The Magnificent Matador)
1954 - Attila (Attila)
1954 - Ulisses (Ulysses)
1954 - A estrada da vida (La strada)
1954 - Procurado por homicídio (The Long Wait)
1953 - Cavalleria rusticana
1953 - Donne proibite
1953 - Il più comico spettacolo del mondo
1953 - Sangue da terra (Blowing wind)
1953 - Ao sul de Sumatra (East of Sumatra)
1953 - A bela e o renegado (Ride, vaquero!)
1953 - Seminole (Seminole)
1953 - Cidade submersa (City beneath the sea)
1952 - Contra todas as bandeiras (Against All Flags)
1952 - O mundo em seus braços (The World in His Arms)
1952 - O rei e o aventureiro (The Brigand)
1952 - Viva Zapata! (Viva Zapata!)
1951 - A máscara do vingador (Mask of the avenger)
1951 - Touros bravos (The Brave Bulls)
1947 - Tycoon
1947 - Ouro negro (Black gold)
1947 - O meu pecado (The Imperfect Lady)
1947 - Sinbad the sailor
1947 - Califórnia (California)
1945 - Espírito indomável (Back to Bataan)
1945 - Fantasias do amor (Where Do We Go From Here?)
1945 - Sob o céu da China (China sky)
1944 - Olhos travessos (Irish eyes are smiling)
1944 - Buffalo Bill (Buffalo Bill)
1944 - Roger Touhy, gangster
1944 - Ladies of Washington
1943 - Guadalcanal diary
1943 - Consciências mortas (The Ox-Bow Incident)
1942 - O cisne negro (The Black Swan)
1942 - A sedução do Marrocos (Road to Morocco)
1942 - Vale a pena roubar (Larceny, Inc.)
1941 - The Perfect Snob
1941 - O intrépido general Custer (They Died with Their Boots On)
1941 - Bullets for O'Hara
1941 - Sangue e areia (Blood and Sand)
1941 - Thieves fall out
1941 - Knockout
1940 - The Texas Rangers ride again
1940 - Dois contra uma cidade inteira (City for conquest)
1940 - Parole fixer
1940 - Castelo sinistro (The Ghost breakers)
1940 - A sereia das ilhas (Road to Singapore)
1940 - Emergency squad
1939 - Island of lost men
1939 - Television spy
1939 - Aliança de aço (Union Pacific)
1939 - King of Chinatown
1938 - O tirano de Alcatraz (King of Alcatraz)
1938 - Bulldogg Drummond in Africa
1938 - Hunted men
1938 - Tip-off girls
1938 - Verdugo de si mesmo (Dangerous to know)
1938 - Lafitte, o corsário (The Buccaneer)
1937 - Tráfico humano (Daughter of Shanghai)
1937 - Partners in crime
1937 - The Last train from Madrid
1937 - Under strange flags
1937 - Amor havaiano (Waikiki Wedding)
1937 - Começou no trópico (Swing high, swing low)
1936 - Jornadas heróicas (The Plainsman)
1936 - Night waitress
1936 - Sworn enemy
1936 - Parole
1936 - Haroldo Tapa-Olho (The Milky Way)

Premiações

Recebeu duas indicações ao Óscar de Melhor Ator (principal), por suas atuações em A Fúria da Carne (1957) e Zorba, o Grego (1964).
Ganhou dois Óscar de Melhor Ator (coadjuvante/secundário), por suas atuações em Viva Zapata! (1952) e Sede de Viver (1956).
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator em cinema (drama), por Zorba, o Grego (1964).
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator em Comédia/Musical, por O Segredo de Santa Vitória (1969).
Recebeu uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Ator Coadjuvante - Filme para TV, por Gotti - No Comando da Máfia (1996).
Ganhou o Prêmio Cecil B. DeMille, em 1987.
Recebeu duas indicações ao BAFTA de Melhor Ator, por "Lawrence da Arábia" (1962) e "Zorba, o Grego" (1964).
Recebeu uma indicação ao Framboesa de Ouro de Pior Ator Coadjuvante, por "Império do Crime" (1991).